Pesquisar neste blogue

Tradutor

domingo, março 10, 2019

Receber e integrar refugiados pela educação

Nem toda a gente compreende a importancia dos programas educativos para refugiados recém-chegados, traumatizados. Será que isso é relevante para os amigos de Sousa Mendes ?

Como receber e integrar migrantes e refugiados pela educação http://wwhttp://www.cidadevirtual.pt/cpr/integra/guia_bp_edu_2.html


Vamos então falar de porquê devemos receber e integrar os refugiados pela educação?   
Os refugiados fogem da guerra e da perseguição.  Necessitam de ser "resgatados", salvos e ajudados nessa fuga a caminho da liberdade.  Foi essa a grande ação altruista que se celebra neste grupo dedicado a Aristides de Sousa Mendes. 

Mas o salvamento não basta, pois os refugiados não precisam apenas de "fugir", precisam de voltar a simplesmente "viver". Os refugiados necessitam de apoios para reconstruir as suas vidas, até as suas famílias, nos países de acolhimento; para não ficarem em campos de deslocados nem em  "ghettos" dourados como  as "residências fixas" no Portugal de 1940. 

Os refugiados e os migrantes necessitam integrar-se nas sociedades de acolhimento, para que não continuem a sofrer por serem diferentes.  Essa integração faz-se muito pela educação, pelo emprego, aprendendo novos idiomas ou novas profissões se necessário.     

Felizmente o governo português de hoje sabe receber e integrar os recém-chegados melhor do que antes. 


Let us then talk about why we should receive and integrate refugees through education?
Refugees flee war and persecution. They need to be "rescued," saved and helped in this flight on the road to freedom. That was the great altruistic action that is being celebrated in this blog dedicated to Aristides de Sousa Mendes.

But the rescue is not enough, because refugees need not just to "escape", they need to simply "live." Refugees need support to rebuild their lives, even their families, in the host countries, so that they do not remain suspended in refugee camps and the gilded ghettos of the "fixed residences" of Portugal in 1940.

Refugees and migrants need to integrate into their host societies so that they do not continue to suffer because they are different. That integration comes with education, employment, learning new languages ​​or new professions if necessary.
Fortunately the Portuguese government of today knows how to receive and integrate newcomers better than before.

segunda-feira, dezembro 10, 2018

Museu do Estado Novo nasce em 2019 em Santa Comba Dão

Memorial a Salazar mais avançado que memorial a Aristides de Sousa Mendes



Museu do Estado Novo nasce em 2019 em Santa Comba Dão: O Centro Interpretativo vai funcionar na Escola Cantina Salazar, um edifício vizinho da casa onde António de Oliveira Salazar viveu.

terça-feira, setembro 11, 2018

FASM convida - Dias da Memória, 22-23 Set, Cabanas de Viriato

A Fundação Aristides de Sousa Mendes e a Câmara Municipal de Carregal do Sal, em parceria com o programa Memória para Todos (IHC-NOVA FCSH) dedicam 
os dias 22 e 23 de setembro 
à memória de Aristides de Sousa Mendes.

A iniciativa, inserida nas ações de preparação da abertura da Casa do Passal, agora que se vai iniciar a segunda fase da sua reconstrução – o interior e os espaços exteriores - visa conhecer, divulgar e mapear o património, as histórias e memórias relacionadas com a vida de Aristides de Sousa Mendes

Por isso, nos dias 22 e 23 de setembro, todos estão convidados a partilhar as suas histórias, memórias, objetos, documentos, fotografias, etc., relacionadas com a Casa do Passal, a família Sousa Mendes e as suas memórias de vida e, desta forma, uma vez que tudo será devidamente registado, a contribuir para o enriquecimento do centro de documentação da Fundação Aristides de Sousa Mendes.

Nos dias 22 e 23 de setembro, 
venha até à casa do Passal, em Cabanas de Viriato e 
partilhe connosco as suas memórias e colabore na divulgação e salvaguarda de uma memória histórica que é património de todos os portugueses e do mundo.

Faça história partilhando a sua!

segunda-feira, setembro 10, 2018

Concerto de homenagem a Aristides, Teatro S Carlos, 22-Set, 21h

Concerto de homenagem a Aristides de Sousa Mendes

Data      Sábado,  22 Setembro 2018, 21h00
Local    Teatro Nacional S. Carlos, Rua Serpa Pinto,  Bairro Alto, Lisboa

Classificação   M/06 anos  Preço 10€ até 25€  
BOL Bilheteira Online  https://coolture.bol.pt/Comprar/Bilhetes/65332-concerto_sinfonico_i_22_setembro-teatro_nacional_s_carlos/Sessoes?pv=0aisRCYBqf

A CHILD OF OUR TIME, by MICHAEL TIPPETT [1905 – 1998]
Orquestra Sinfónica Portuguesa, Joana Carneiro direção musical
Francesca Chiejina soprano
Cátia Moreso meio-soprano
David Butt Philip tenor
Luís Rodrigues barítono
Coro do TNSC

A composição de A Child of Our Time, estreada no Adelphi Teatre de Londres em 1944, é consequência de certos episódios que abalaram profundamente o compositor Michael Tippett no alvor da Segunda Guerra Mundial. Um jovem refugiado judeu assassina, em 1938, um oficial SS. A resposta do regime nazi não se fará esperar: a fatídica Noite de Cristal contra a população judaica faz centenas de mortos numa chacina que a História dificilmente esquecerá. Os textos desta oratória secular foram escritos pelo próprio compositor e refletem uma forte psicoanálise Jungiana a que Tippett se submetera anos antes de escrever esta obra que apela à compreensão e à reconciliação entre os homens. A maestrina Joana Carneiro dirige este concerto inaugural da temporada sinfónica numa homenagem ao Cônsul Aristides de Sousa Mendes.

quarta-feira, julho 25, 2018

Exposição no MNE - Para Além do Dever, a Diplomacia e o Holocausto


O Ministério dos Negócios Estrangeiros e a Embaixada de Israel em Portugal organizaram uma homenagem conjunta alusiva aos diplomatas reconhecidos como “Justos entre as Nações”, que evoca a coragem de 36 diplomatas de 20 países que correram inúmeros riscos para salvar judeus que tentavam escapar ao extermínio Nazi. 
Exposição“Para Além do Dever – Diplomatas Reconhecidos como Justos entre as Nações”
Datas:  Julho 2018 
Local:    Palácio das Necessidades,  Lisboa
Instituto Diplomático (por convite)
DAB - Divisão de Arquivo e Biblioteca, dab@mne.pt
A lista dos diplomatas homenageados inclui dois portugueses: Aristides de Sousa Mendes, Cônsul-Geral em Bordéus, e Carlos Sampaio Garrido, Embaixador na Hungria. O reconhecimento como “Justos entre as Nações” é atribuído pelo Yad Vashem, Memorial do Holocausto de Jerusalém, aos não judeus que chegaram a arriscar a própria vida para salvar, proteger ou ajudar judeus durante a II Guerra Mundial. 

Embora não incluído no rol dos "Justos", os oradores também prestaram tributo a Carlos Teixeira Branquinho, Encarregado de Negócios em Budapeste. Ao todo, estes três diplomatas portugueses conseguiram salvar a vida a dezenas de milhares de refugiados, principalmente judeus.
Em paraledo realizou-se uma conferência, a  19- julho-2018, que teve como oradores o Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, a Embaixadora de Portugal na República Checa, Manuela Franco, e o Embaixador de Israel em Portugal, Raphael Gamzou. 

A Conferência que precedeu a inauguração da exposição sobre os Justos, não só portugueses, e que está aberta ao público no MNE. Excelentes intervenções, em que Aristides de Sousa Mendes e o seu acto heróico foi muito celebrado, neste dia do seu nascimento. 

Telavive recebe exposição sobre Sousa Mendes, de Maio a 11-Outubro 2018



A Exposição “
Aristides de Sousa Mendes. O Cônsul Português em Bordéus” tem recebido grande  interesse demonstrado pelo público nas primeiras semanas de exibição. 
Datas:   de 11-Maio a 11-Outubro 2018   
Local:    Brender-Moss Library of Social Sciences, Management and Education da Universidade de Telavive 
Esta exposição pretende divulgar a ação humanitária de Aristides de Sousa Mendes junto da comunidade académica, na sequência das comemorações do Dia do Holocausto, assinalado a 11 de abril de 2018.
A iniciativa está a cargo do Leitorado do Camões, I.P. na Universidade de Telavive e da Embaixada de Portugal.



Em paralelo, realizou-se uma conferencia também em Telavive com Avraham Milgram do YAD VASHEM a 18-Junho-2018 sobre as acções dos Justos portugueses 

Conferência em Braga 20-Julho-2018


Conferência em Braga, a 20-Julho-2018 
Incluida no projecto ‘Testemunhos da 2.ª Guerra Mundial - de Aristides de Sousa Mendes a Gerld Klestadt, sobrevivente de campo de concentração.

Aristides de Sousa Mendes levou a cabo a maior acção particular de salvamento durante a II Guerra Mundial. Quem o diz é Luísa Pacheco Marques, coordenadora do Museu Virtual Aristides de Sousa Mendes e do Museu ‘Vilar Formoso - Fronteira da Paz’, que ontem participou na conferência ‘Aristides de Sousa Mendes, que decorreu no Museu D. Diogo de Sousa em Braga
https://correiodominho.pt/noticias/conferencia-da-a-conhecer-aristides-de-sousa-mendes/111920