Pesquisar neste blogue

A carregar...

Tradutor

sexta-feira, novembro 13, 2015



Convite para o lançamento do romance "Pela mão de Aristides Sousa Mendes"
Data: 24 de Outubro 2015
Local: Coimbra, na Ordem dos Advogados,  sita na Praceta Mestre Pêro, n.º 17 , Quinta D. João
tel: (351) 239 708 860
E-Mail: cdcoimbra@cdc.oa.pt

www.jutra.org.pt


“Pela Mão de Aristides de Sousa Mendes" perpassam as odisseias de alguns dos muitos milhares de judeus fugitivos dos campos de extermínio do terceiro Reich, que sobreviveram graças à heróica e destemida intervenção do Cônsul Português. Daniel Chatman, um jovem pintor judeu, fixou na tela, a que chamou "Navio dos Loucos", o trágico destino dos homens, que as fantásticas pinturas de Hieronymus Bosch já deixavam, de algum modo, antever. Neste romance está também presente Sara, a menina órfã, que surge como um exemplo luminoso do triunfo do amor sobre o ódio e o terror. Também tocante pela sua simplicidade é Lau, outra personagem, que vive num mundo fantástico construído pela magia dos seus berlindes, das suas formigas e das seis músicas que tocava, invariavelmente, no seu oboé, durante cada um dos dias da semana, à exceção do sabat. Passa por terríveis acontecimentos, como se eles nunca tivessem existido, conseguindo, de forma nobre e pura, revelar a sublime dimensão do divino. Aristides de Sousa Mendes morreu na miséria. A sua casa, o Passal, em Cabanas de Viriato, esteve durante muitos anos em ruínas, como se a casa fosse o reflexo do destino do dono. Talvez o Cristo descarnado e agonizante que se perfila em frente do Passal seja também ele o retrato fiel desse grande homem, que morreu abandonado e que foi a enterrar embrulhado num humilde hábito de burel dos Franciscanos. E, no entanto, pela sua mão, salvaram-se mais de 30.000 pessoas!

Sem comentários: