Pesquisar neste blogue

A carregar...

Tradutor

sexta-feira, novembro 13, 2015


Exposição “Aristides de Sousa Mendes - Herói do Holocausto | inaugura a 12 nov

Exposição “Aristides de Sousa Mendes - Herói do Holocausto | inaugura a 12 nov
Inauguração da exposição “Aristides de Sousa Mendes - Herói do Holocausto” 
De 12 a 20 de novembro de 2015
Bedeteca | Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos
A exposição “Aristides de Sousa Mendes- Herói do Holocausto”, baseada no livro de banda desenhada do autor José Ruy, com o mesmo título, inaugura na Bedeteca da Amadora no próximo dia 12 de novembro de 2015 pelas 18h00.
A mostra inclui cerca de 30 pranchas do livro, “Aristides de Sousa Mendes – Herói do Holocausto” e visa assinalar os 75 anos (1940-2015) de passagem dos vistos dados pelo diplomata Aristides de Sousa Mendes durante a Segunda Guerra Mundial.
Patente até ao dia 20 de novembro de 2015. A entrada é livre.
Bedeteca - Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos
Av.ª Conde Castro Guimarães, n.º 6 (Venteira)
2720-119 Amadora
Telefone: 214 369 054
Fax: 214 948 777
E-mail: bibliotecas@cm-amadora.pt
Site:  www.cm-amadora.pt/bibliotecas
Horário da Bedeteca:
3.ª feira a sábado: das 10h00 às 18h00

livro aristides 200 Sinopse de “Aristides de Sousa Mendes – Herói do Holocausto”
O livro, lançado em 2004, dá a conhecer Aristides Sousa Mendes, diplomata da época do Holocausto nazi, cujo gesto humanitário, ao passar vistos a refugiados, salvou a vida a mais de 30 mil pessoas que eram perseguidas pelo regime de Hitler.
O cônsul faleceu em 1954, em Lisboa, mas só mais tarde foi reconhecido. Meio século depois da sua morte, convidamo-lo a descobrir passagens da sua vida a que continuam alheios muitos de nós. Aristides de Sousa Mendes, estou em crer, merece-nos este carinho, este gesto... esta memória!                                                                                               in www.ancora-editora.pt
 Sobre o autor
José Ruy nasceu na cidade da Amadora em 1930. Fez o curso de Artes Gráficas na Escola António Arroio onde frequentou habilitação a Belas Artes. Com 14 anos começou a escrever textos e a desenhar. Publicou 79 álbuns, dos quais 48 são em banda desenhada, e de que se destacam obras como “Os Lusíadas”, “Aristides de Sousa Mendes”, “Humberto Delgado”, “História da Amadora”, e em mirandês: “Ls Lusíadas”, “João de Deus” e “Mirandés”.
Foi o primeiro autor a ser galardoado com o prémio Honra do Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora, em 1990. Em 1991, foi distinguido com a Medalha Municipal de Ouro de Mérito e Dedicação, onde o seu nome foi atribuído a uma escola e a uma avenida.                                                                                       in www.ancora-editora.pt

Sem comentários: