Pesquisar neste blogue

A carregar...

Tradutor

quarta-feira, novembro 10, 2010

Intervenção na Casa do Passal

Património

Casa de Aristides de Sousa Mendes vai ter obras para não ruir

09.11.2010 - 16:59 Por Lusa

Público:  A Casa do Passal, em Cabanas de Viriato, onde o cônsul Aristides de Sousa Mendes viveu e recebeu dezenas de refugiados, vai nas próximas semanas começar a ser alvo de uma intervenção que a impeça de ruir.

Luís Fidalgo, administrador da Fundação Aristides de Sousa Mendes, avançou hoje à agência Lusa que o Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico (Igespar) já deu autorização para que seja feita “a intervenção de suspensão e de preservação” do edifício. A casa encontra-se em risco de ruir e os buracos cada vez maiores no telhado e nas paredes tornam difícil perceber como seria nos seus tempos áureos.

“Será colocada uma cobertura autoportante para preservar o edifício das chuvas e serão cintadas as paredes, para evitar que caiam”, explicou. O processo já deu entrada na Câmara Municipal de Carregal do Sal “e deverá ser despachado em poucos dias, podendo as obras começar de imediato”, disse o também vice-presidente da autarquia.

Segundo Luís Fidalgo, esta intervenção será “quase inteiramente feita por um mecenas”. A Casa do Passal foi classificada Monumento Nacional em 2005 o que, segundo Luís Fidalgo, obrigou a esperar pela autorização do Igespar para a realizar.

No entanto, a Fundação Aristides de Sousa Mendes não tem conseguido ter os benefícios fiscais decorrentes desta classificação, pagando anualmente cerca de 400 euros de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI). “Fui às Finanças pedir isenção, mas disseram-me que não a podiam dar, porque apesar de a casa ser sido classificada como Monumento Nacional, com despacho homologado, a verdade é que não houve publicação em Diário da República”, contou.

Luís Fidalgo disse temer que, “atendendo à intenção do Governo de alterar o reconhecimento dos monumentos nacionais”, a Casa do Passal possa ainda vir a perder essa classificação. Recentemente, após uma visita à Casa do Passal no âmbito das jornadas parlamentares realizadas em Viseu, deputadas do Bloco de Esquerda questionaram o Ministério da Cultura se a publicação em Diário da República será feita “antes de 31 de Dezembro, de modo a prevenir a caducidade do processo e consequente perda de protecção legal”.

Depois de vários bloqueios no que respeita ao projecto de requalificação da Casa do Passal da responsabilidade do Ministério da Cultura, a Fundação não pretende ficar de braços cruzados. “Estamos a articular no sentido de avançar com um projeto fora desse âmbito. Já há duas ou três possibilidades”, referiu Luís Fidalgo. 

Era na casa de Cabanas de Viriato que o cônsul - que em Bordéus (França) salvou milhares de refugiados do Holocausto - costumava passar férias na companhia dos 14 filhos e da primeira esposa, Angelina, tendo aí também vivido alguns anos antes da sua morte com a segunda mulher, a francesa Andrée Cibial.

____


TSF: A família do antigo cônsul português Aristides de Sousa Mendes, que salvou milhares de pessoas do Holocausto, quer perpetuar a sua memória através de uma casa-museu em Cabanas de Viriato, no concelho de Carregal do Sal. Contudo, a falta de dinheiro está a ameaçar este projecto.
A repórter Sónia Santos Silva falou com o neto do antigo cônsul Aristides de Sousa Mendes sobre as dificuldades da família em concretizar este projecto, (ouvir audio

No dia em que o Parlamento Europeu assinala o Dia Internacional Contra o Anti-semitismo, a TSF recorda um nome incontornável na História de Portugal: Aristides de Sousa Mendes.

A família do antigo cônsul português decidiu perpetuar a sua memória através de uma casa-museu na aldeia de Cabanas de Viriato, onde viveu Aristides de Sousa Mendes.

A casa foi comprada em 2001 com a ajuda do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Uma empresa de construção civil de Lisboa também já ofereceu obras de recuperação do edifício, mas ainda falta dinheiro para terminar este projecto.

Na casa-museu, a família quer expor todo o tipo de testemunhos (documentos, fotografias, etc.) de um homem que salvou milhares de pessoas do Holocausto.

Fontes:  http://www.publico.pt/Cultura/casa-de-aristides-de-sousa-mendes-vai-ter-obras-para-nao-ruir_1465147

http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Vida/Interior.aspx?content_id=1706485  

1 comentário: