Pesquisar neste blogue

A carregar...

Tradutor

domingo, junho 09, 2013

Nova associação no Luxembourgo

Aristides de Sousa Mendes já tem associação no Luxemburgo
Luxemburgo
Clique para ampliarO Círculo Cultural Aristides de Sousa Mendes foi apresentado esta quinta e tem como objetivo homenagear a figura do diplomata português, disse hoje um dos fundadores da associação, Bruno Cavaleiro.

“O objetivo desta associação é, claramente, de poder no Luxemburgo recordar Aristides de Sousa Mendes”, disse Bruno Cavaleiro.

Cônsul de Portugal em Bordéus no ano da invasão da Alemanha nazi à França, durante a Segunda Guerra Mundial, Aristides de Sousa Mendes desafiou ordens expressas de António de Oliveira Salazar e concedeu 30 mil vistos de entrada em Portugal a refugiados de todas as nacionalidades que desejavam fugir da França em 1940.

De acordo com Bruno Cavaleiro, o círculo cultural “começou a ser constituído há um ano e foi oficializado, no papel, a 19 de julho de 2012, data simbólica, pois é o dia do nascimento de Aristides de Sousa Mendes”.

Aristides de Sousa Mendes “é uma personagem que passou despercebida entre a comunidade portuguesa e a população luxemburguesa”, acrescentou.

Bruno Cavaleiro recordou que Aristides Sousa Mendes foi cônsul em Antuérpia, com jurisdição sobre o Luxemburgo, antes de ter ido para o consulado de Bordéus.

Entre os milhares de vistos que passou, contam-se os da Grã-duquesa Charlotte, e do filho, Jean (pai do atual Grão-duque Henri), em fuga do Luxemburgo, ocupado pelo regime nazi.

“É uma oportunidade única de recordar a personagem, os feitos, a bravura, a coragem num momento chave da sua vida, ao colocar perigo a si e a sua família, e como seus atos lhe trouxeram muitas amarguras posteriormente”, indicou ainda.

O círculo cultural, de acordo com Cavaleiro, que é um dos seus três fundadores, “terá como linha mestre a história de Aristides de Sousa Mendes, mas será também um argumento para, através do nome da pessoa, desenvolver ações de cariz cultural e de partilha com a população luxemburguesa”.

Bruno Cavaleiro indicou ainda que a associação visa “colmatar alguns vazios no âmbito cultural” existentes nos meios associativos portugueses no Luxemburgo, mas não pretende ocupar o espaço das associações já estabelecidas.

O Círculo Cultural Aristides de Sousa Mendes quer realizar várias ações para homenagear a memória do cônsul português, como a construção de um monumento/lápide em sua honra, além da organização de conferências, palestras e algum acervo de documentação, provavelmente cedido pela Fundação Aristides de Sousa Mendes e outras instituições.

A associação também se associou à Quinzena do Cinema Português no Luxemburgo, no qual será exibido, na terça-feira, o filme português “O Cônsul de Bordéus".

Sem comentários: