Pesquisar neste blogue

A carregar...

Tradutor

sexta-feira, novembro 13, 2015

Sobreviventes do holocausto estiveram na casa de Aristides Sousa Mendes, 2013


Sobreviventes do holocausto chegam quinta-feira à casa de Aristides Sousa Mendes

Sobreviventes da II Guerra Mundial foram salvos graças ao cônsul de Portugal em Bordéus, Aristides de Sousa Mendes, passaram pela Casa do Passal, Cabanas de Viriato, em Carregal do Sal, à casa que pertenceu ao diplomata.

Acompanhados de familiares, os sobreviventes encontram-se a partir de hoje em Portugal para uma visita de cinco dias que inclui passagens por Vilar Formoso, Guarda, Belmonte, Figueira da Foz, Curia, Coimbra, Cabanas de Viriato, Caldas da Felgueira e Tomar.
«Os locais de visita abrangem os diversos núcleos judaicos incluídos na Rota das Judiarias, assim como localidades e espaços onde alguns refugiados portadores do visto Sousa Mendes viveram durante a II Guerra Mundial», refere uma nota de imprensa do Turismo Centro de Portugal.
Na quinta-feira à tarde, realiza-se uma cerimónia no cemitério de Cabanas de Viriato e uma visita à igreja (em Beijoz) onde Aristides de Sousa Mendes se casou com a primeira mulher, Angelina. Segue-se uma visita à casa de Aristides de Sousa Mendes (conhecida por Casa do Passal), em frente à qual o arquiteto Eric Moed, neto de um refugiado, está a preparar uma instalação artística.
A comitiva iniciou no passado dia 09, em França, uma viagem que pretende homenagear a memória de Aristides de Sousa Mendes, que salvou mais de 30 mil pessoas aos passar-lhes vistos, desobedecendo às orientações que tinha recebido do ditador Oliveira Salazar.
A iniciativa é organizada pela Fundação Sousa Mendes (Estados Unidos da América), pela comissão nacional francesa de homenagem a Aristides de Sousa Mendes e pela AJPN -- Anónimos, Justos e Perseguidos durante o período Nazi.
«Para todas essas famílias, Portugal foi o símbolo da paz e da esperança retomada», refere a organização, acrescentando que será este «caminho de liberdade» que voltará a ser feito em Portugal.
Diário Digital com Lusa

Sem comentários: