Pesquisar neste blogue

Tradutor

quinta-feira, novembro 23, 2017

GALP - uma empresa parceira na reflorestação?

Os incêndios deste Verão em Portugal representaram perdas graves a diversos títulos - humanas e materiais, em primeiro lugar, mas também outras, cujo impacto se dará a conhecer apenas a médio ou longo prazo: as perdas ambientais, de biodiversidade, e o seu impacto no valor patrimonial e cultural das regiões, com tradução no turismo e na economia em geral.

Mas à resistência das populações, há a acrescer a mobilização de algumas empresas que estão a contribuir, dentro da sua responsabilidade social, para a reflorestação: veja-se o exemplo da GALP, cujos trabalhadores estão hoje na Serra do Açor a proceder à plantação de 5000 árvores. Excelente iniciativa, que muito honra as empresas portuguesas!

Ao CEO da GALP, Carlos Nuno Gomes da Silva, deixamos o convite para visitar o distrito de Viseu. Seremos seus guias para conhecer a aldeia-berço de Angelina de Sousa Mendes, Beijós, o riquíssimo património desta região onde pontua a Casa do Passal e o seu futuro Museu - e quem sabe aliar-se à nossa população para ajudar a reabilitar um dos concelhos mais afectados pelos incêndios.


Mais sobre esta iniciativa, o movimento Terra de Esperança e a responsabilidade social da GALP, aqui.


foto: Imagens de Marca / SIC

Sem comentários: