Pesquisar neste blogue

A carregar...

Tradutor

quinta-feira, fevereiro 15, 2007

Visto de Sousa Mendes primeiro a romper o cerco

O "visto de Sousa Mendes" compreende-se melhor à luz do caso do paquete St. Louis que zarpou de Hamburg a meados de 1939 com mais de 950 refugiados judeus procurando escapar à perseguição Nazi antes da Segunda Guerra Mundial.

O navio e os seus passageiros vaguearam pelo Oceano Atlântico sem sorte. Foi-lhes recusado o desembarque em Cuba, na Florida e no Canada. Forçados a regressar à Alemanha, pequenos grupos de refugiados foram recebidos por outros países europeus, mas a grande maioria vieram a perder a vida no Holocaust que ainda mal se advinhava.

Inicialmente o Presidente Franklin Roosevelt dos Estados Unidos parecia disponível para receber alguns dos passageiros, mas não foi capaz de ultrapassar a forte oposição interna americana, a poucos meses da campanha de re-eleição de 1940.

Efectivamente, os judeus e outros "indesejáveis" pareciam estar "emparedados na Europa" naqueles dias angustiosos de 1940 quando a expansão Nazi ensombrava cada vez mais o continente europeu e o mundo.

Até que o Acto de Consciência de Aristides de Sousa Mendes abriu a porta secreta para o Caminho da Esperança através de Portugal para o mundo.

Um dilema, duas consciências, duas respostas.

See film Voyage of the Dammed

1 comentário: