Pesquisar neste blogue

A carregar...

Tradutor

segunda-feira, maio 07, 2012

Almas Brilhantes relata actos de consciência

Um novo livro com o título "Beautiful Souls" (Almas Brilhantes) conta a história de quatro pessoas que tiveram a coragem de fazer a escolha certa quando confrontadas com um dilema de consciência:  
um policia suiço  Paul Grüninger que salvou judeus em 1938, 
um soldado sérvio Aleksander Jevtic que salvou croatas em 1991 , 
um soldado israelita Avner Wishnitzer que se recusou a apoiar colonos em 1991,
uma corretora americana Leyla Wydler que denunciou uma fraude financeira em 2003 

Tal como o diplomata Aristides de Sousa Mendes em 1940, os quatro sofreram pessoalmente com o ostracismo e o afastamento pelo  facto de terem tomado posições e decisões não conformistas em situações delicadas e complexas. 

O autor Eyal Press identifica três factores por trás destes actos de consciência. 
Estas pessoas: 
-  deram ouvidos às suas emoções e à sua consciência
-  foram confrontadas directamente com uma situação inaceitável 
-  agiram na defesa de princípios e valores 

Em circunstancias diferentes, o dilema de consciência foi o mesmo. 

Beautiful Souls: Saying No, Breaking Ranks, and Heeding the Voice of Conscience in Dark Times. By Eyal Press. Farrar, Straus and Giroux; 196 pages;

1 comentário: