Pesquisar neste blogue

Tradutor

quinta-feira, março 15, 2007

Sousa Mendes homenageado em Newark, New Jersey em 1987

Aristides de Sousa Mendes foi homenageado pelas comunidades portuguesas e judaicas de New Jersey há quase 20 anos.

Depois de uma longa campanha pelos filhos, nomeadamente Sebastião a escrever o livro Flight Through Hell, Joana a escrever numerosas cartas e John Paul a angariar assinaturas na California, Aristides de Sousa Mendes foi finalmente reabilitado em 1987, quando o Presidente Mário Soares viajou a Washington, DC para entregar uma medalha póstuma aos filhos numa cerimónia oficial na Embaixada de Portugal.




Dias depois, na quinta-feira, 21-Maio-1987, os membros da família de Sousa Mendes foram Convidados de Honra num almoço conjunto patrocinado pelo Portuguese American Congress of New Jersey e da American Jewish Committee of New Jersey que reuniu mais de 300 pessoas no bairro luso-americano de Ironbound em Newark.






Este evento, da iniciativa e organização de Mariana Abrantes, juntou emigrantes portugueses e americanos de origem judaica numa das primeiras homenagens a Aristides de Sousa Mendes na costa leste dos Estados Unidos,quando o seu nome e o seu Acto de Consciência eram ainda desconhecidos.














O processo por sua reabilitação somente se iniciaria anos após a derrubada da ditadura militar, em 25 de abril de 1974, com a eclosão da "Revolução dos Cravos". No entanto, o chamado "Caso Sousa Mendes" e a história de seu protagonista só vieram a público em Portugal em 1976, com a publicação de um artigo do jornalista Antonio Colaço, no Diário Popular. Em 1979, mais um texto, dessa vez do escritor Antonio Carvalho, é publicado no jornal A Capital.

Oito anos mais tarde, é dado o primeiro passo para a redenção de Sousa Mendes, na Embaixada de Portugal em Washington (EUA), e, em 24 maio de 1987, o então presidente Mário Soares concede, postumamente, ao diplomata, a Ordem da Liberdade. Um ano depois, o Parlamento português o reabilita oficialmente, por unanimidade e aclamação, e sua família recebe uma indenização por perdas e danos.

Fonte: http://www.morasha.com.br/holocausto/aristides-sousa-mendes.html

2 comentários: