Pesquisar neste blogue

A carregar...

Tradutor

quinta-feira, março 17, 2011

Portugal: Embarque no «Comboio da Boa Vontade», 7-Maio, até Cabanas


Portugal: Embarque no «Comboio da Boa Vontade»
15 de Março de 2011

Sob o lema «Do coração da cidade à cidadania do coração» e no âmbito do Ano Europeu do Voluntariado, a Rede Animar, enquanto entidade-membro da Confederação Portuguesa do Voluntariado, vai organizar um evento denominado Comboio da Boa Vontade. Tem lugar a 7 de Maio.
Os objectivos são vários: homenagem o cônsul Aristides de Sousa Mendes, que usou de Humanidade para com os fugitivos da II Guerra Mundial, chamar a atenção para a sustentabilidade dos territórios, para a desertificação humana de muitas zonas do interior e para o abandono de tanto e tão nobre património, e, ainda, dar expressão às manifestações de voluntariado.
Sendo os caminhos-de-ferro o elo mais visível e estruturante dos territórios, e destes com a sua própria história, achou-se oportuno e significativo organizar este Evento 

Data: Chegada ao apeadeiro mais perto de Cabanas de Viriato pelo meio-dia do dia, 7 de Maio 2011, a fim de aí se iniciar a Marcha da Paz até à casa de Sousa Mendes 
Pontos de partida:  De 7 pontos servidos por linha férrea. Faro, Guarda, Castelo Branco, Beja, Marinha Grande, Viana do Castelo e Régua, com passagens por outras cidades sinalizadoras de outros territórios – partirão voluntários e voluntárias rumo à estação/apeadeiro de Cabanas de Viriato. 

Depois, Em, irá desenrolar-se a Grande Celebração dos Povos na qual, para além dos representantes das 7 principais religiões presentes em Portugal, participarão também 7 crianças de cada um dos 7 povos com maior presença de imigração.
Está previsto que os comboios de ligação em horário normal tenham, consoante o número de inscrições, uma ou mais carruagens devidamente sinalizadas para realizar este transporte. De cada um dos territórios será transportada uma oliveira (com cerca de 1,5m), símbolo e bandeira do movimento voluntário, que serão plantadas junto à casa de Aristides de Sousa Mendes.

As inscrições decorrerão até 25 de Abril, procurando cada voluntário os seus meios a partir dessa data. O acto de inscrição, em impresso próprio, prevê o pagamento de 7 euros, dando direito ao Passaporte Solidário, bilhete de ida e volta válido em todas as estações do respectivo eixo, sendo as Casas da Boa Vontade responsáveis pela sua distribuição.
Que ninguém fique indiferente, haja então participação activa!
(P.E João Rodrigues E Fernando Félix)

1 comentário: